domingo, 14 de março de 2010

Semana 2 - Física UAB/UFAL - Olho D'Água das Flores

Olá professores estagiários do curso de Licenciatura em Física do Polo de Olho D'Água das Flores(UAB/Ufal)!

Nesta 2ª semana de andamento da nossa disciplina Estágio Supervisionado de Ensino de Física 1, vamos discutir sobre o As Diretrizes Curriculares Nacionais. Para tanto, vamos recuperar alguns conceitos discutidos na disciplina Planejamento, Currículo e Avaliação, tais como o conceito de Currículo Nacional. Para fundamentar a nossa discussão, sobre as DCN, sugerimos a leitura dos textos: Currículo Nacional: reflexões necessárias e o próprio texto das Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio.

Aqui neste espaço do blog, vamos discutir acerca das Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio e a proposta de uma formação comum para culturas diferentes como é o caso do Brasil. Para fundamentar a nossa discussão sobre este percurso é necessário fazer a leitura dos Textos. Como material de leitura complementar, sugerimos a leitura do Livro: Currículo Cultura e Sociedade, organizado por Antonio Flávio Moreira e Tomáz Tadeu da Silva.

As discussões terão como questões norteadoras:

A quem atende a idéia de um currículo nacional? Quais são as idéias pedagógicas por traz das DCN? Qual é o lugar do qual falam as DCN? Quais os ganhos e as perdas que o discursos das DCN acarretam para a Educação Nacional?

Vamos primar pelo conteúdo de nossas interações e pela fundamentação teórica nos argumentos utilizados. Temos que argumentar, mas argumentar com propriedade ok? Serão valorizadas e estimuladas as interações entre alunos(as) e alunos(as) e com o grupo.

Vamos interagir e construir juntos a nossa disciplina!!!!

Bons estudos e um forte abraço!
Prof. Fernando Silvio Cavalcante Pimentel e Prof. Ivanderson Pereira da Silva.
.

8 comentários:

samuel disse...

A princípio a idéia de um currículo nacional atende as pessoas que fazem parte do sistema educacional, segundo a LDB toda pessoa tem direito a educação básica que por sua vez é formado de educação infantil, ensino fundamental e médio, cujo é dever da união juntamente com o distrito federal, estados e municípios oferecer com qualidade.
Na intenção de padronizar, oferecendo a todos um mesmo nível de educação, coube a órgãos da união traçar normas de ensino a serem seguidas, conhecidas como diretrizes curriculares nacionais (DCNs) tem como metas garantir conhecimentos básicos e fundamentais de cidadania e técnicas profissionais, no intuito de preparar as pessoas para um competitivo e exigente mercado de trabalho.
Tendo em vista que a responsabilidade maior de educar, ensinar conceitos, transformar pessoas comuns em cidadãos é da escola, cabe a ela oferecer tudo isso de maneira a suprir todas as necessidades existentes na sociedade.
As DCNs têm como fundamento a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) que apesar de inúmeras melhorias no aspecto educacional ainda deixa a desejar. Mostrando através de inúmeros títulos, artigos e incisos certos descasos na formação de aspecto cognitivo e humano, em cada parte buscando apenas formar cidadãos capazes de expandir cada vez mais a economia enriquecendo cada vez mais as camadas empresariais. No entanto essas diretrizes passam a garantir inúmeros ganhos definidos na lei 9.394/96 dando condições de formação de nível fundamental a pessoas que antes não tinham, atendendo uma necessidade comum a qualquer sociedade civilizada. O básico em termos educacionais.


Pólo: Olho d’Águas das Flores
Samuel Santos de Oliveira

Ana Paula disse...

Olá Samuel. Muito bom o seu comentário. A quem vc acha que atendem os currículos? Quais o benefícios e malefícios de um currículo único a ser seguido no brasil? A reflexão acerca destas perguntas é interessante.

Vamos lá pessoal, dialoguem conosco e participem com sua opinião sobre este tema que é atual e interessante.

Abraços a todos.

Prof. Ana Paula Perdigão Praxedes.

samuel disse...

A implantação dessas diretrizes curriculares atende principalmente aos anseios da camada empresarial, pois terão uma mão de obra mais qualificada já que essas normas buscam principalmente uma qualificação profissional. O lado bom dessa unificação curricular é justamente o padrão educacional que tende a existir, porém será inevitável a perda de parte do nosso conhecimento cultural já que o Brasil é um país de enorme diversidade em termos raciais e conseqüentemente culturais.


Samuel Santos de Oliveira

Ana Paula disse...

Isso mesmo Samuel. Estes são os pontos chaves da discussão. Como padronizar o ensino se em diversas partes do brasil há diferentes costumes e diferentes valores que são mais valorizados? Como ensinar de uma mesma forma para todos os alunos se eles possuem dificuldades diferentes? Eis o grande desafio do DCNEM, que visa a melhoria da educação brasileira e como consequência gera a homegeinização da cultura brasileira.

Abraços a todos.

Vamos lá colegas. Partcipem da discussão.

Ana Paula disse...

Olá pessoal!

Poquíssimos alunos entregaram a resenha crítica referente ao texto da primeira semana. Pessoal devo ressaltar que não entregar ficará sem nota. Adiamos o prazo e vcs tem até o dia 20/03 para entregar as duas resenhas críticas referentes aos textos da primeira e segunda semana de aula. Por favor pessoal, não deixem de entregar! Envie para o meu email ou de algum outro professor cujo email estás nos blogs que citarei abaixo. E qualquer dúvida estou a disposição de vcs. Quem estiver com dificuldade me envie uma email e tire suas dúvidas. Além disso gente, vcs já estão acessando o moodle? Pois não há comentários de vcs lá. Caso não estejam, acessem os blogs dos professores Ivanderson e Fernando:

http://ivandersonpereira.blogspot.com/

http://fernandoscpimentel.blogspot.com/

Pessoal, postem suas dúvidas e comentários. A participação de vcs é muito importante e poucos estão participando. Essa interação faz parte do processo de aprendizagem de vcs.


Abraços a todos.

Prof. Ana Paula Perdigão Praxedes.

Anônimo disse...

Percebe-se que os curriculos atendem para uma mudança no ensino, que é voltado para uma educação onde se dá ênfase para um ensino em defesa de projetos educacionais, valorizando as diversidades culturais, dando oportunidade de se consruir uma política crítica comprometida com a justiça social. As DCN defendem uma autonomia das intituições educacionais, com projeto pedagógico da escola acompanhada por procedimentos da avaliação de processos e produtos, divulgação de resultados e mecanismos de prestação d contas. A DCN fala de instituição de ensino como um todo, e todos aqueles que fazem parte desse contexto de desenvolvimento educacional. O processo educacional mudou bastante, vimos crescimentos significativos para a educação, porém, perdemos muito em valores que não são respeitados na cultura, por isso, tem que valorizar mais as culturas e desenvolver projetos para atender essas diversidades culturais e, mostrar os seus valores para todos que compõem a sociedade como um todo.
Isaias Martins Silva. Olho d'água das Flores.

Ana Paula disse...

Olá Isaias. O texto de sobre currículo, na verdade faz uma crítica na educação brasileira, onde se tenta homogeineizar o ensino, ou seja, um ensino igual para todos os alunos independente de que região ele esteja inserido e de suas dificuldade. Isso na verdade é o que vc disse que é o aculturalismo, ou seja, a cultura de cada região não é valoriza, mas sim uma cultura comum a todos. As diretrizes, perceba a importância que o ensino médio recebe com a DCNEM. Ela o eleva a formação básica, onde após finalizar o ensino médio o aluno estaria preparado para o trabalho e vida. Mas o interessante é que o DCNEM ele preza por uma base comum ao ensino médio nacional, mas não restringe as instituições de moldar a estrutura para as necessidades de aprendizagem de cada região. Ou seja, tenta homegeneizar a base de conteúdos do ensino médio mantendo a cultura de cada região. Isso é que é muito interessante.

Vamos lá pessoal, dialoguem entre si também nos fóruns.

Qualquer dúvida estou a disposição.

Abraços a todos.

Prof. Ana Paula Praxedes.

Fernando SC Pimentel disse...

Olá pessoal!

Nosso Moodle está de volta, portanto solicito que transfiram o que já escreveram aqui para os tópicos do fórum da semana 2 do nosso ambiente virtual de aprendizagem.
Mas pedimos que não criem novos tópicos. Vamos interagir cada um no tópico de sua turma.

Se não conseguirem acesso informem as tutoras.

Nos vemos por lá.
Prof. Fernando Pimentel e
Prof. Ivanderson Pereira