segunda-feira, 23 de junho de 2008

Toda RADICALIDADE conduz ao erro! (2º capítulo)

Estamos acompanhando o desenrolar dos fatos, após a resolução do CFBio, impedindo alunos de cursos de graduação na modalidade EaD de realizarem seu registro. (veja post anterior)

Agora temos mais "novidades"...Vejam o que saiu no site do UNIVERSIA:

MEC decide supervisionar cursos de Biologia a distância

Decisão foi tomada após audiência com representantes do CFBio
Publicado em 20/06/2008 - 12:03


O MEC (Ministério da Educação) decidiu que supervisionará os cursos a distância de Biologia denunciados pelo CFBio (Conselho Federal de Biologia). A decisão foi tomada após a denúncia do conselho em relação à má qualidade dos cursos com base na análise de currículo de um curso ofertado no Rio Grande do Sul e diante da ameaça de cancelamento dos registros de diploma de estudantes na modalidade.

Em nota, o MEC - que primeiramente afirmou estar ao lado dos estudantes contra a medida do conselho - divulgou que concorda com o CFBio em casos específicos, mas seria injusto punir estudantes que fazem cursos a distância de qualidade. Por essa razão, o ministério decidiu que irá avaliar todos os cursos e caso as exigências legais não sejam cumpridas, será feita uma solicitação para sua interrupção.

Após a reunião com o MEC, foi estabelecido um acordo no qual a presidente do CFBio, Maria do Carmo Brandão Teixeira, se comprometeu a levar o assunto para a próxima reunião do Conselho, a ser realizada no fim deste mês. Assim, o colegiado discutirá uma possível revisão da resolução.

O impasse
Durante audiência com a presidente do CFBio, Maria do Carmo Brandão Teixeira, foi explicado que a decisão do conselho em não ceder o registro profissional a biólogos formados por cursos de EAD (Educação a Distância) ocorreu após avaliação da situação dos cursos a distância de Biologia no Brasil. Em alguns casos, verificou-se que as grades curriculares não cumpriam com requisitos básicos legais para cursos a distância. Faltavam, por exemplo, laboratórios para aulas práticas.
Diante disso, o CFBio publicou uma resolução vetando o registro do diploma de estudantes nessa modalidade. Sem o cadastro nos CRBios (Conselhos Regionais de Biologia), os profissionais poderiam continuar a exercer atividades de magistérios. Entretanto, seriam proibidos de atuar em laboratórios, atividades de campo e pesquisa em Biologia.

5 comentários:

wellingtron disse...

O curso de biologia na modalidade a distancia é de muita complexibilidade, pois os alunos precisam de laboratórios e diversas pesquisas de campo, em algumas faculdades na modalidade presencial já existem tais dificuldades imagine a distancia. Seria necessário sim! Uma revisão no critério deste ensino modificando para modalidade semipresencial contendo na carga horária mensal uma quantidade de aulas em laboratório e disponibilizando semestralmente viagens para pesquisas de campo.
De fato o CFBIO (Conselho Federal de Biologia) tem suas razões em não certificar os estudantes sem comprovação de que realmente os mesmo estão aptos. Com certeza o MEC (Ministério da Educação) tomará uma posição para resolver esse impasse.

Cícero Santos disse...

Não concordo que o CFBio venha a punir alunos pela falta de estruturas nos cursos de Biologia ead; defendo que se faça uma reavaliação nestes cursos e se crie condiçoes suficientemente necessárias pra que estes alunos tenha condições de lecioar e, também poderem atuarem em pesquizas de laboratórios. Por exemplo deveriam pensarem em uma maneira de se implantar nestes cursos uma carga horária presencial que vieesse suprir as devidas condições necessárias.Acredito que o MEC, tomará posições plausíveis para tal.

Neto disse...

O brasileiro tem que aprender a estudar sozinho. Fomos e somos acostumados a receber a informação de forma que um ensino onde a construção do saber é feita na sua grande parte pelo aluno é colocada sempre em xeque. O caminho a ser percorrido é grande para que seja aceito uma idéia ainda nova como a modalidade a distância. Não só no curso de Biologia mais em qualquer um que precise de uma experimentação laboratorial será pre-julgado na modalidade a distância. Imagine Medicina a distância. Quam sabe um dia. O que deve ser analizado sim é a estrutura dos cursos e como estão sendo conduzidos pelas instituições de ensino que se proporam a ofertá-las. A qualidade é importantissima para a completa aceitação de uma modalidade tão nova e intrigante.

Daniele disse...

A CFbio tem suas rasões em impedir os registros dos alunos do curso de Biologia no EAD,pois diante dos fatos de má organização na grade curricular e falta de estrutura, a decisão a é viável,porém é preciso que se comprove que a falta de qualidade nos cursos realmente acontecem em todo Brasil na modalidade à distância.Como o próprio MEC coloca seria injusto punir os alunos que fazem cursos de qualidade.
Acredito que tudo será facilmente solucionado,pois se o Ministério da Educação for realmente justo como esta se mostrando diante dos fatos,exigirá provas do conselho de sua denúncia e tomará a decisão mais adequada.
Daniele Silva
aluna do curso de matemática .EAD

SANDRO FERREIRA (eda-mat) disse...

Para você que deseja fazer um curso para melhorar seu currículo e não encontra o curso desejado em sua cidade, pode optar por um curso a distância, assim como o governo brasileiro deverá criar mecanismos para tal, assim é muito facil deixar de fora um curso como biologia. O governo que punir tal curso por algo que é de sua inteira reponsabilidade,,,,